Após 30 anos e cinco meses, o reinado do imperador japonês, Akihito, chegou ao fim nesta terça-feira (30), quando ele abdicou do trono a favor de seu filho mais velho, o príncipe herdeiro Naruhito.

Assim, a partir de 1º de maio, o Japão entra numa nova era imperial chamada “Reiwa” (“ordem e harmonia”), após três décadas da era Heisei (“realização da paz”).


Compartilhar:

Deixe seus Comentario